Entrevista Conversando sobre Tildas

09:38 10 Comments

OI meninas!!!!
Trazendo pra vcs mais uma entrevista bacana.
Para quem gosta e aprendeu a gostar de Tildas ,sabe o quanto é prazeroso
trocar ideias, ensinamentos e acima de tudo saber  admirar, aplaudir um
trabalho bem feito com a alma de quem faz.
Apresento pra vcs mais uma pessoa que costura cada pontinho com muita paixao,

JUSSARA MARQUES


Cidade: Anápolis – Goiás
País: Brasil
Link: www.facebook.com.br/dobrandoosete

1-Conta pra gente como você descobriu o mundo Tilda.

Isso foi há pouco mais de um ano, eu me aventurando com os feltros vi uma Tilda aqui na net, e mesmo sem saber o nome dela me apaixonei. Nisso fui buscando mais e mais fotos, pronto! Eu já estava completamente envolvida e entregue rsss

2-Qual foi o teu primeiro trabalho Tilda?

Entre tantas, escolhi a Tilda Blue Angel do livro Tilda’s Studio, por achar a mais simples (e nem era rsss).

3-Qual é a dica Craft que você dá para quem vai fazer a sua primeira Tilda?

Sejam fiéis ao molde, não tenham pressa em ver sua menina pronta, passar o molde pro tecido é muito importante pra dar tudo certo no final. Encher ela com muita calma também, o resultado é recompensado quando você notar que ela ficou sem celulites ou ruguinhas... É isso aí, paciência é a chave


4-Qual foi a tua maior dificuldade na hora de fazer a tua primeira boneca?

Tudo foi muito difícil, principalmente porque eu não sabia usar a máquina de costura hahahaha... Mas a maior de todas foi mesmo o meu maior erro, fiz minha Tilda pequena demais!!! Acho que ela ficou com uns 40cm, quando era pra ter no mínimo 60cm, muito complicado pra manusear e desvirar. Eis um exemplo da necessidade de ser fiel ao molde rsss

5-Como você vê hoje o artesanato de um modo geral?

O artesanato há muito tempo deixou de ser visto como produtos vendidos apenas em feiras ou eventos culturais, felizmente hoje ele é bem valorizado pelo mercado e explorado por quem executa. Temos uma variedade enorme de materiais, fabricantes, e isso nos abre várias janelas pra cada vez mais criarmos ou inovarmos naquilo que estamos trabalhando. Quanto mais elaborado, quanto mais renovado o nosso trabalho, mais visibilidade ganhamos. Seja por terapia, hobby ou trabalho, eu acho que artesanato precisa ser visto pra de fato ser uma arte!

6-Qual foi o primeiro livro Tilda que você comprou?

Tildas Varideer


7-Na tua opinião qual foi o livro the best até agora?

Pra mim o mais bonito sem dúvida alguma, é o Sew Sunny Homestyle, mas a Tilda que mais gosto é a Hus.

8-Você acha que a internet hoje facilita o conhecimento? Qual a tua opinião sobre isso?

Muuuito importante, pra quem não tem acesso a cursos, lojas e até mesmo não conhecem pessoas que façam qualquer tipo de trabalho que você tá buscando aquela informação. É fundamental hoje em dia estarmos conectados e atualizados, cadastrar-se em sites pra receber novidades, trocar informação em grupos de redes sociais, tudo isso é importante. Mas muito cuidado, muitas já se perderam navegando por aí rsss... Não percam o foco que é a arte =)

9-Fala-se muito em “CÓPIAS”, de trabalhos, o que você pensa sobre isso já que a TONE FINNANGER nunca se importou com isso.

Polêmicaaa ahahahahha... Não posso afirmar o que a Tone acha disso, mas esse assunto é muito relativo pra mim. É muito estranho também alguém falar que tal pessoa copiou o seu trabalho, visto que a base primária foi a boneca Tilda, por exemplo. Eu mesma gosto de fazer Tildas temáticas, nesse caso eu já seria acusada disso rsss... Vendo agora por outro lado, eu acho que qualidade naquilo que se faz é muito importante, não adianta alguém se propor a fazer uma “cópia” se ela não se garantir na qualidade.

10-MUNDO TILDA é muito amplo dos amigos Tilda até a decoração, você já fez outros trabalhos relacionados?

Ainda não fiz trabalhos grandes, tenho vontade de fazer aquelas mantas e almofadas liiiindas que vejo nos livros, mas me falta um pouquinho de coragem, habilidade e tempo rsss

11-Deixe aqui uma dica para quem também AMA & FAZ Tildas.

Abusar da delicadeza nunca é demais quando falamos em Tilda, suavidade nos tecidos, acessórios leves, rendas, fitas... Usar materiais alternativos, criar, trazer técnicas de outras artes pra esse mundo, podemos quase tudo, basta adaptar, ousar! 

12-Uma frase que você gosta pra gente levar.

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito.”
(Clarice Lispector)

SEGUE AQUI  um pouco do trabalho da Jussara :





Aceito sugestoes para próximas
entrevistas.
mande sua dica para celia@thesweetart.co.uk
Quem ainda nao viu a primeira entrevista é só procurar o marcador
Entrevistas .

super beijo
Celia/TheSweetArt




Venha conhecer o artesanato da The SweetArt em: thesweetart.com.br

10 comentários:

The Sweet Art © 2015. Tecnologia do Blogger.